GELADINHO
Açaí, tentação! Nutricionista explica erros e benefícios
Dá mais energia no pré-treino e repõe no pós-treino. Até aí ok, mas como não tornar o açaí uma bomba calórica para a balança? Vamos entender.

Que tal passar a preparar o seu próprio açaí em casa? Muito mais econômico e bem mais saudável! A primeira dica é: escolha uma boa marca de açaí médio (do tipo mais concentrado). Em vez de adicionar xarope de guaraná, banana e granola já pronta, prática bem comum em diversas regiões do país, experimente consumir de outras formas. Exemplo: apenas o açaí batido com leite de coco ou, para dar cremosidade, com iogurte desnatado fazendo um smoothie. Use adoçante, caso necessário.

Outra sugestão, menos radical, é reduzir consideravelmente a quantidade de xarope de guaraná ou trocá-lo por uma colher de mel e, no lugar da granola já pronta, preferir a farinha de tapioca da grossa. O mais importante é ser bem criteriosa porque as adições de ingredientes vão aumentando o teor calórico e energético do preparo, o que pode contribuir para ganho de peso e perda das propriedades benéficas do açaí.

Na hora de fazer, pense na funcionalidade de cada item adicionado e não apenas no paladar. Tudo bem que o açaí tem um sabor neutro, acostume com ele. Pense nas riquezas da fruta e tente preservar isso da forma mais pura. Para uma alimentação saudável, quanto mais natural melhor.

Benefícios do Açaí

O açaí é rico em vitaminas B1, C e E, em minerais como cálcio, ferro, potássio, magnésio e em proteínas e gorduras. Ah! E tem as antocianinas, um grupo de flavonóides responsáveis pela coloração do açaí. As antocianinas melhoram a ação das bactérias benéficas do intestino bifidobactérias e lactobacilos, que têm ação antimicrobianas para microorganismos patogênicos. A melhora da saúde intestinal ajuda no trânsito intestinal (constipação e diarreia) e na imunidade.

Elas também previnem o surgimento e desenvolvimento de doenças como a hipertensão, dislipidemia, diabetes mellitus tipo 2, câncer e envelhecimento celular.

Sobre as polêmicas gorduras presentes no açaí, saiba que elas são benéficas pois são gorduras poli-insaturadas, como o ácido oleico, que mantém a saúde das membranas celulares e ainda participa da sinalização de saciedade pelo cérebro, ou seja, consumindo adequadamente, o açaí contribui para a manutenção e perda de peso.

Graduada em Nutrição com especialização em Nutrição Clínica Funcional e Fisioterapia Funcional, fala sobre temas ligados a alimentação saudável para crianças, gestantes, adultos e idosos.