CORPO
Quer ver mais resultado na malhação? Dicas de uma atleta fitness
Dar adeus àquela gordurinha da barriga, entre as coxas e ao redor do bumbum é o desejo de toda mulher que faz exercícios por estética. Vamos ajudar na missão!

Primeiramente, respeite o seu biotipo (que não é igual ao da modelo da foto e nem precisa ser, mas vamos tentar), entenda também que perder barriga e celulite está entre os objetivos mais difíceis de alcançar, pois exige muita disciplina, treinos intensos e alimentação regrada. Orientação profissional é fundamental. Bons resultados não combinam com métodos malucos ou da moda e podem frustrar. Seguindo as dicas abaixo de treino e alimentação, seus resultados na hora de eliminar gordura abdominal e celulite serão melhores.

1. Aeróbios

Os exercícios aeróbios são excelentes para agilizar a queima de gordura, seja a abdominal ou celulite (nódulos de gordura acumulados junto com água sob a pele), afinal, o gasto calórico é alto durante esse tipo de treino, então, converse com seu professor de inclua um programa de aeróbios focado em queima de gordura.

2. Treinos de musculação (ou com pesos)

Os treinos de musculação são os mais eficientes para quem deseja aumentar os músculos, então, seja frequente neles. Quem deseja um corpo mais tonificado, durinho e definido, tem que puxar ferro! Não tenha preguiça, vá de 3 a 4 vezes por semana (no mínimo!) e sempre aumente suas cargas. A mesma carga por meses é o mesmo corpo por meses, então, se quer mais músculos, coloque mais carga (claro, sempre aumentando aos poucos para não ter risco de lesões). O aumento de massa muscular irá facilitar a queima de gordura, até mesmo em repouso, pois um corpo mais musculoso tem o metabolismo mais acelerado, facilitando o desenho abdominal.

3. Sem açúcar e farinha branca

Açúcar e farinha branca disparam a produção de insulina, facilitando o acúmulo de gordura abdominal e no bumbum, então, devem ser excluídos da alimentação. Além de tudo, fermentam e estufam em excesso, um prato cheio para dilatação de estômago e aumento da barriga. Prefira o consumo de produtos light/diet e com farinha integral no lugar da refinada.

4. Consumo de proteínas magras

Dietas ricas em proteínas magras aceleram o metabolismo, aumentam a queima de gordura, favorecem a saciedade e evitam fermentação (consumir muitos alimentos que fermentam favorece o aumento da barriga).

5. Carboidratos de baixo índice glicêmico

Por demorarem mais para virar glicose sanguínea, carboidratos de baixo índice glicêmico são excelentes para repor sua energia, glicogênio e sem causar picos de insulina no sangue (prevenindo assim, o aparecimento de novas gordurinhas). Tente consumir mais cereais integrais e frutas com casca.

6. Não fique muito tempo sem comer

Passar mais do que 3 ou 4 horas sem comer, pode aumentar o acúmulo de gorduras no corpo e também deixar seu metabolismo mais lento, então, corte este hábito fazendo de 5 a 6 refeições ao longo do dia. Nunca saia sem tomar um bom café da manhã e nunca durma sem ter feito uma refeição leve, rica em proteínas e gorduras boas. E tem mais: quem fica muito tempo sem comer, tem a tendência de na próxima refeição estar com muita fome, ingerindo grandes quantidades, o que favorece dilatação do estômago.

7. Mais água

Pouca água favorece o aparecimento de celulite, afinal, as toxinas começam a ser acumuladas no sangue e sob a pele. Então, para ter um bom funcionamento intestinal (intestino preso também aumenta a barriga) e de eliminação de toxinas, beba mais água.

Para comprovar que estas mudanças fazem toda diferença, tire uma self sua antes de iniciar sua nova rotina. Ao fim de cada mês, tire outra foto e compare. Notar os resultados fará com que você fique sempre motivada!

giovana guido

(Fotos: Giovana Guido)

 

Atleta IFBB BIKINI Fitness da GT NUTRITION USA – Team USA, campeã Paulista OVERALL 2014 e vice-campeã brasileira 2014 e 11ª Ranking Mundial de 2014, graduada em Nutrição e Pós-graduada em Nutrição Clínica e Nutrição Esportiva.