SHOPPING
Fim de ano chegando… Cuidado com as compulsões!
“Nessa época, é bem comum ficarmos mais ansiosos, permissivos e sedentos por um alívio rápido às nossas angústias”, sinaliza neurologista.

O alívio que buscamos geralmente é supostamente encontrado em compras, alimentos ou prática excessiva de atividade física. Férias, festas e todo o apelo publicitário consumista geram um contexto favorável à busca de prazeres efêmeros e, por vezes, vazios. Esteja atenta e saiba agir de forma consciente, sem excessos prejudiciais.

Armadilhas para Compulsão por compras

Espírito consumista

Reuniões sociais e presentes

Encerramento de um ciclo temporal

13º salário

Férias

Marketing Direcionado

Como surge o comportamento compulsivo?

A compulsão é uma ação motivada para alívio de um desconforto mental. Na compra por impulso, por exemplo, não pesamos a real necessidade do produto ou no contexto financeiro. A compra é motivada por um alívio da ansiedade, um preenchimento de um vazio interior, uma vontade irresistível ou mesmo a sensação de mérito (“eu mereço comprar isso por trabalhei ou me dediquei muito esse ano”).

Um prazer que é transitório. Quando caímos na real, surge frustração, arrependimento e culpa. Aí começa um ciclo, a busca pelo prazer anterior motiva outra compra e outra. Isso pode ocorrer com comida, sexo, esporte, computador, álcool, etc. O sistema cerebral envolvido nisso é o sistema de recompensa. Entrar no ciclo compulsivo é fácil, sair dele pode ser muito complicado para algumas pessoas e gerar problemas sociais, financeiros e de saúde.

Compulsões mais comuns

Comida

Compras

Jogos

Álcool e drogas

Tecnologia

Sexo

Entenda o sistema de recompensa

O cérebro nos premia sempre que fazemos algo que nos dá prazer ou que seja importante para o indivíduo ou a espécie (é assim com alimentos e sexo, por exemplo). A substância produzida é a dopamina, um presente quimicamente natural que pode, no entanto, gerar um ciclo de dependência, no qual a busca pelo prazer passa por um comportamento repetitivo, desnecessário e por vezes muito perigoso. O cérebro cobra uma nova dose de dopamina, que é saciada em tempo cada vez menor e seguida por sofrimento.

Existe um perfil compulsivo?

A compulsão pode ocorrer em qualquer idade e sexo. Dependendo do tipo de compulsão, pode predominar no sexo feminino (como compulsão alimentar e por compras) ou no sexo masculino (por jogos, álcool, drogas e sexo). Mas não é uma regra.

O comportamento de alívio pode ser fruto de questões genéticas e questões ambientais ou mesmo de criação. O comportamento de “compensação” pode ser estimulado sem a gente perceber. Exemplo bem comum: Sempre que retribuímos uma questão emocional com prazeres concretos (Quando os pais minimizam o que seria um problema para a criança com doces e agrados consumistas).

Dicas para evitar excesso nas compras

Evitar compras em momentos emocionalmente intensos e desfavoráveis

Evitar ou limitar uso do cartão de crédito (prefira pagar em dinheiro)

Evitar parcelamentos

Ir às compras acompanhado

Fazer uma lista de compras

Limitar o tempo no shopping

Perceber as armadilhas de marketing

Tratar sintomas de ansiedade

 

neurologista leandro teles

Neurologista Leandro Teles – Membro da Academia Brasileira de Neurologia. Formado e Especializado na Universidade de São Paulo.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.