MULHER
Pílulas de empoderamento com mulheres que fazem sucesso nas editoras
De leitoras a autoras, elas são personagens reais que compartilham sentimentos sobre temas comuns do universo feminino e suas experiências pessoais.
(Foto: Divulgação Rupi Kaur)

Tem gente que, até hoje, ainda não entendeu que, além da igualdade de gêneros, o que mais queremos é o respeito pela condição feminina. Ela não nos deve colocar em situações vulneráveis, muito menos em desvantagem seja no trabalho, em casa, em ocasiões sociais ou na rua.

Se você ainda não ouviu falar de Rupi Kaur, vale conhecer. A canadense nascida na Índia, de 24 anos, não é apenas um exemplo da nova safra de escritoras que se autopublicam e fazem sucesso nas redes sociais. Mas principalmente de mulheres que agora estão ganhando cada vez mais espaço nas editoras. O mais legal é que são os números que dizem isso.

No caso de Rupi, ela chegou a ser rejeitada por algumas editoras. Foi através da autopublicação que ela começou e, depois de 1 ano, conseguiu parceria e virou fenômeno.

Ela escreve sobre amor, abuso, desilusões, traumas, questões familiares e temas da condição feminina. A surpresa de todos foi ela ter feito sucesso, em 10 mil exemplares, com poesias de linguagem definida como ligeira e leve. Um lançamento deste gênero costuma não ultrapassar 1 mil exemplares vendidos. “Não havia mercado para poesia sobre trauma, abuso, perda”, disse a autora de origem indiana ao jornal britânico “The Guardian“.

Outro dado que amamos saber foi que, nos últimos três anos, a obra de Simone de Beauvoir, publicada pela Nova Fronteira desde os anos 1980, cresceu em número de vendas. A filósofa e escritora existencialista tinha tiragens de até 2.000 exemplares com períodos fora do mercado. Só que, nos últimos 3 anos, foram 40 mil exemplares, 35% a mais do que na década anterior inteira!

O livro mais famoso de Simone de Beauvoir, representando quase metade das vendas da obra dela.

O livro mais famoso de Simone de Beauvoir, representando quase metade das vendas da obra dela.

Outras autoras femininas que estão fazendo sucesso

A autobiografia da artista Marina Abramovic, "Pelas Paredes".

A artista Marina Abramovic com sua autobiografia “Pelas Paredes” onde ela descreve a infância na Iugoslávia comunista e a descoberta da arte. Um trecho da obra foi publicado pela Vogue.

O mais recente livro de de Chimamanda Ngozi Adichie, publicada pela Companhia das Letras, com mais de 100 mil exemplares de todos os seus livros.

Chimamanda Ngozi Adichie, a autora africana deste mais recente livro publicado pela Companhia das Letras, já vendeu mais de 100 mil exemplares somando todos os títulos.

Livro da ativista negra Angela Davis pela editora Boitempo com aproximadamente 14 mil exemplares vendidos até agora.

A ativista negra Angela Davis, publicada pela editora Boitempo, já teve a marca de aproximadamente 14 mil exemplares vendidos até agora.

Em tempos de #mexeucomumamexeucomtodas, estas são leituras que nos inspiram a continuar.

Femme power, girls!!

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.