CORPO
Sem pressa no retorno! Treinos em excesso podem gerar prejuízos
Confraternizações, festas, drinks, mesas fartas e só curtição. Após tudo isso é muito comum querer voltar pesado nos treinos. Mas escute o seu corpo e vá com calma.

A popularização da prática de atividades físicas e a busca por resultados rápidos escondem um problema desconhecido por muitos. Chamada “overtraining”, a prática excessiva de exercícios pode estar ligada tanto ao abuso na frequência de uma mesma atividade quanto ao número exaustivo de repetições e traz uma série de riscos à saúde.

Os perigos do overtraining

Segundo pesquisa da UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo, o treino excessivo e a má utilização de aparelhos de musculação contribuíram, nos últimos dez anos, em 30% no aumento do número de jovens com problemas nos joelhos. O overtraining, que pode acometer tanto atletas profissionais quanto amadores, acaba levando a um desgaste físico.

“Sem tempo para repor as perdas de energia do corpo, as lesões surgem com mais frequência, geralmente no mesmo local, indicando a sobrecarga de determinada atividade”, sinaliza o médico ortopedista Marcello Serrão especialista em Medicina do Esporte.  Além da perda de massa muscular e de rendimento, outros sintomas como insônia, ansiedade e disfunções hormonais podem até levar, em alguns casos, à depressão.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.