PERFIL
Sexo é tema de pesquisa em sete cidades brasileiras. Veja o panorama de como está esse assunto por aí

Para traçar um breve perfil da sexualidade do brasileiro, a Mosaico 2.0 pesquisou 3 mil pessoas com idades entre 18 e 70 anos das seguintes regiões metropolitanas do país: Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Belém e Distrito Federal. Foram entrevistados 1.530 homens e 1.470 mulheres sob a coordenação da psicóloga e sexóloga da USP Carmita Abolo.

Respostas quando o assunto é sexo

Preocupação na hora do sexo

55% dos homens responderam que é ter uma boa performance

46% das mulheres disseram ter medo de contrair alguma doença sexualmente transmissível

 

Prioridade

Para as mulheres, ter um sono com qualidade está antes do sexo.

Para os homens, sexo é tão importante quanto comer.

 

Incômodos

32% dos homens sentem dificuldade em obter a ereção

40,3% das mulheres sentem dor durante o sexo

 

Sincronia

Mais maturidade traz mais qualidade no sexo.

A performance deve estar acompanhada por dedicação.

 

Iniciação

Antigamente, 15,1% dos jovens tinham sua primeira relação com garotas de programas.

Esse percentual caiu para 1,5%.

 

Sexo apenas por prazer

Em 2008, apenas 43% das mulheres transavam apenas por atração.

Esse número subiu para 57%. Entre os homens, a média continua 70%.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.