PSICOLOGIA
Proximidade entre pais e filhos: Até que ponto ela é benéfica?
Rosely Sayão, psicóloga e colunista da Folha de São Paulo, fala de uma dúvida bem comum em um dos seus últimos artigos: Como nivelar a conversa com os pequenos?
Psicóloga dá dicas para a conversa entre pais e filhos. (Foto: Pixabay)

Se você é mãe ou pai, entende exatamente do que estamos falando. Se não, coloque-se no papel de quem irá educar uma criança com a qual já tenha conversado. Fato! É ótimo conversar com elas porque a imaginação delas é livre. Mas, e com o passar da idade, como saber onde em vez da fantasia falar também da realidade.

Para conversar com os filhos

A psicóloga Rosely Sayão aborda os seguintes pontos:

Atenção na relação de proximidade, porque se muito grande pode acabar por tolher o desenvolvimento.

É preciso buscar este equilíbrio entre tutela necessária, com vínculos familiares fortes, e espaço para a experimentação da vida e construção da intimidade pessoal.

Lembrar sempre de que elas são crianças, em condições de agir e de entender o mundo diferente, como crianças e não como um adulto.

Crianças não estão desafiando a nossa paciência, elas apenas estão aprendendo a controlar seus impulsos.

Controle excessivo e excesso de cuidado tolhem o desenvolvimento deles.

Precisamos lembrar de que crescer com insegurança e com dependência dos pais pode ser uma vida difícil (Alou, alou!).

Para o dia a dia escolar da criança

Achamos dois trechos do artigo da psicóloga Rosely Sayão bem importantes para a rotina de escolar:

“Após os seis anos de idade, as crianças têm condições de resolver sozinha todos os pequenos problemas que a vida escolar lhe impõe, desde os relacionados aos estudos até os que dizem respeito à convivência no espaço escolar.”

“Para que a criança cresça, ela terá de aprender a buscar soluções para os problemas que enfrenta, e nem sempre conseguirá de primeira. Mas é assim que ela consegue, aos poucos, testar suas estratégias e aprender.”

Viu, mamães e papais? Nada de fazer as coisas por eles.

Liberdade supervisionada é o melhor para o desenvolvimento dos pequenos.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.