PELE
Queimadura de limão: Muita gente acha que é lenda, só que não
A combinação verão e frutas cítricas é deliciosa, mas pede cuidados. Ao preparar caipis, limonadas ou temperos, lave bem as mãos e todo respingo com água e sabão.

Você pode nunca ter escutado falar em fitofotomelanose, nome para as manchas de limão que são manifestações alérgicas causadas pela exposição da pele que teve contato com plantas ou suco de frutas cítricas ao sol. As frutas mais comuns de causar queimaduras ao sol são limão, laranja e tangerina.

E atenção! Perfumes e refrigerantes também podem causar esta mesma reação indesejada na pele. Então, mais cuidado em praia, piscina e programas ao ar livre. Geralmente, as áreas do corpo mais expostas a este tipo de queimadura são: o dorso das mãos, colo e lábios.

Sintomas de queimadura de limão

Ardência, vermelhidão e coceira na área;

Surgimento de machas escuras;

Lesões pontilhadas causadas por respingos que você nem se deu conta.

Se você já notou vermelhidão, aparecimento de bolhas, queimação e coceira, possivelmente a reação foi um pouco mais intensa e gerou o que os dermatologistas chamam de fotodermatites. Em qualquer um dos casos, a recomendação imediata é não pegar mais sol na área. É comum as manchas vermelhas ficarem escuras com uma tonalidade marrom. Para aliviar os sintomas, coloque a região afetada em uma recipiente com água gelada.

Tratamento

Como a queimadura varia de intensidade e sintomas de acordo com o tipo de pele e substância causadora das reações, o mais indicado é procurar um dermatologista.

Sabemos que o desaparecimento das manchas acontece espontaneamente e que isso é gradativo, podendo demorar alguns meses. Importante proteger a região com bloqueador solar mesmo fora do sol, afinal a radiação também contribui para manchar a pele. Cuide-se direitinho para que as marcas não fiquem para sempre. Se for preciso, use luvas ou roupas de proteção solar.

Os médicos costumam receitar pomada à base de corticoide. Caso você tenha Paraqueimol ou Bepantol, vale perguntar se é ok usar. Elas vão ajudar a reduzir o inchaço e a vermelhidão, além de cicatrizar a pele sem risco de infecções. Hidratantes à base de ureia também ajudam bastante na regeneração da pele que, com um tempo, começa a descascar. Sinal de que as células mortas estão indo embora e vem chegando uma nova pele em tom rosado. Continue com a proteção solar e mais atenção sob o sol.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.