SEXO
Sexualmente neuróticos e inseguros? O que buscamos sobre sexo na web pode revelar
Seth Stephens-Davidowitz, economista e colunista do The New York Times, analisou nossas pesquisas na web para notar dados sobre nossa sexualidade.

Tudo bem que essa análise foi nos EUA, mas é um ponto de vista sobre o que nos preocupa quando o assunto é sexo.

Relações sem sexo

Mais comum do que imaginamos. Dos cinco termos mais pesquisados em relação a casamento, três são sobre a ausência de sexo. O mais procurado é “casamento sem sexo”, com incríveis 21 mil buscas por mês, o segundo lugar fica com “casamento infeliz” (6 mil buscas).

O segundo termo mais procurando sobre relacionamentos é “relacionamento sem sexo”, com 3.675 buscas.

Pesquisas que começam com “meu marido…” ou “minha esposa…” também revelam a ausência de sexo. Em ambos casos, o termo mais buscado é “…não transa comigo”.

Tamanho do pênis

Pelo jeito, eles são muito preocupados com isso e desnecessariamente. Dos dez termos mais buscados por homens com as palavras “meu pênis”, nove estão relacionados com o tamanho (o outro é sobre o cheiro). Outra grande busca que eles fazem é a relação de uso de anabolizantes com o tamanho do pênis.

Já as mulheres não ligam muito para o tamanho do pênis. Pesquisas com a palavra “pênis” são bem incomuns entre as mulheres. Homens buscam 170 vezes mais o termo. Desencana, bicho!

Corpos “perfeitos”

Também temos nossas neurinhas, tá?!, e elas são bem inconstantes. Entre, as buscas femininas, “como diminuir a bunda” era hot em 2004. Seis anos depois, mudou para “como aumentar a bunda”. No geral, para cada cinco pesquisas de implante nos seios, um é sobre implante nos glúteos.

Odores entre amores

O termo “vaginas” geralmente está relacionado a saúde. Mas atenção, guapas, 30% das pesquisas são sobre depilação e odores e homens também pesquisando sobre odor vaginal. Eles buscam formas de falar sobre isso com a parceira sem ferir seus sentimentos.

Que cada que tire sua própria conclusão diante destes dados. Mas vale levantar uma questão: será que não estamos preocupados demais com questões estéticas e de performance e deixando de lado a busca por nosso prazer e o do outro? O artigo completo do economista com mais detalhes sobre esta pesquisa você pode ler aqui.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.