BEM ESTAR
Yoga é benéfica para prisão de ventre, sabia? Entenda o porquê
As posturas e os exercícios de respiração do Yoga estimulam o movimento peristáltico dos intestinos. Calma, vamos explicar.

A vida em aldeias e depois em cidades tornou nosso estilo de vida mais sedentário, somando os novos hábitos (incluindo os alimentares), já viu: prisão de ventre. Os mestres yogues, percebendo o problema, desenvolveram uma série de técnicas para ajudar o organismo a manter tudo em ordem e eliminar toxinas.

Para combater a inconveniente prisão de ventre, eles deixaram os seguintes ensinamentos:

A digestão inicia pela boca com uma boa mastigação de cada porção do alimento;

Uma dieta rica em fibras é bem-vinda;

Faça a ingestão de líquido separadamente do sólido;

Pratique atividade física regular;

Respire de forma adequada e serena (inspirando e expirando pelo nariz, alongando a respiração).

Respiração e digestão

A pessoa que respira adequadamente usa toda sua capacidade respiratória nas milhares de respirações por dia, exercendo uma massagem nos intestinos e ajudando no movimento peristáltico. As posturas do Yoga também estimulam purificação do corpo. Por isso é tão comum após a prática de yoga ter vontade de ir ao banheiro. Um provérbio hindu diz que “Intestinos sujos são o solo fértil para toda e qualquer doença.”

Pense que após cada refeição principal – café da manhã, almoço, lanche da tarde e janta – o natural é realizar uma evacuação horas depois. Então se você fez três importantes refeições ao longo do dia, o adequado seria evacuar três vezes. Se isto não ocorre, temos uma prisão de ventre. É o seu corpo dando um sinal de que precisa de uma nova rotina alimentar e física.

 

Alexandre dos Santos é formado pela Associação Brasileira de Profissionais de Yoga (ABPY).

Ensina Yoga desde 1990 na Escola Jaya de Yoga.

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.